Gestão de Obras e Serviços
03/09/2015
Qual é o melhor dia da semana para conquistar novos clientes
04/09/2015
Mostrar tudo

Do limão à limonada

Estamos vivendo no momento uma das maiores crises econômicas e com perspectivas não tão animadoras conforme relatos de especialistas em todo tipo de mídia que desenvolva o tema.

A Construção Civil sempre foi a principal máquina que faz “girar “ a economia, tanto na geração de demanda às indústrias do setor, quanto a geração de empregos formais diretos/indiretos e arrecadação fiscal.

Diante da atual conjuntura econômica, percebemos que a inflação e todos os aumentos diretos aos insumos do setor (Energia Elétrica, Combustíveis etc), estão impactando diretamente no custo final de qualquer obra, como também na carga tributária de todas as empresas envolvidas na cadeia produtiva dessas obras.

Não podemos deixar de lembrar que as linhas de crédito imobiliário antes ofertadas amplamente e com um grande leque de opções, facilidades e agilidade no processo sofreram um grande golpe, e a disponibilidade das mesmas sofreram alterações agressivas como aumento de taxa de juros, redução nos prazos de pagamentos, diminuição do percentual de referência do imóvel a ser disponibilizado ou então a sua própria extinção.

O capital antes disponível com maior facilidade para os grandes empreendedores aliado aos financiamentos imobiliários, e até os programas sociais do governo atual; facilitava para que o empreendedor trabalhasse com um fluxo de caixa praticamente compartilhado, em que as receitas eram geradas por várias fontes.

Isso “girava a roda” e quando essas linhas de crédito começaram a sofrer as alterações, uma engrenagem dessa cadeia se rompeu e o efeito começa a ser percebido rapidamente.

Imóveis adquiridos na planta e em fase de entrega estão sendo devolvidos, pois o cliente que contava com a linha de crédito disponível no momento da compra do imóvel na planta, já não tem mais essa opção.

Os estoques de imóveis acabados aumentando, gerou um aumento de oferta desse produto e novos empreendimentos na planta começaram a encalhar.

Esse é o momento atual que vivemos, e percebemos que as obras em andamento ou em lançamento são as que realmente não poderiam ser abortadas, pois os prejuízos seriam maiores ainda.

Percebemos que com todo o cenário descrito acima, uma das saídas de todos os Empreendedores e Construtoras é rever seus processos e controles, buscando novas tecnologias construtivas, melhor aproveitamento dos insumos e mão de obra e menor desperdício de materiais, que é um gargalo no custo. Não falamos e nem consideramos aqui, todos os escândalos envolvendo o setor, o que sempre vai refletir de alguma forma no mesmo.

Vemos que mesmo com todo esse cenário não tão positivo, ainda conseguimos visualizar grandes oportunidades, pois mesmo com a diminuição dos empreendimentos temos muitas obras a executar ainda e a oportunidade citada refere-se a se diferenciar dos mesmos no Mercado e se fazer ser percebido. Resultados diferentes diante de cenários diferentes, exige atitudes e ações diferentes.

O planejamento e controle nesse momento, são hábitos obrigatórios, para no mínimo você se manter no negócio sem falarmos em crescimento.

A única forma de você conseguir colocar em prática com total eficiência, é você adotar ferramentas de alta performance, simples mas não simplistas, com praticidade e objetividade e que realmente seja o administrador de seus processos, ajudando você a tomar a decisão acertada rapidamente, com total segurança e rapidez no momento em que a obra exige isso de você.

Essa segurança e rapidez farão a grande diferença no momento de tomar as decisões corretas.

Particularmente, conheço muitas ferramentas disponíveis no mercado, algumas com custos altíssimos e de grande complexidade de utilização no canteiro, algumas até bem amigáveis, mas mantendo o alto custo e outras que realmente não vão agregar nada.

Entre as mais amigáveis, seguras, práticas e de tranquila utilização no canteiro em qualquer plataforma desde PC, notebooks, Smartphones e tablets, conheci uma planilha de Gestão de Contratos de Obras, que permite avaliar os resultados alcançados na execução de cada um dos empreendimentos e acompanhar os desvios gerados a partir do PREVISTO x REALIZADO e vi nessa ferramenta gratuita de uso simples, uma solução parcial para um grande número de empresas que precisam se organizar nesse momento. Os resultados obtidos serão rapidamente percebidos e ganhos realmente importantes serão atingidos a partir do uso frequente e correto da ferramenta.

Além do portal do Gestor de Obras disponibilizar conteúdos de alto valor agregado como este, existem uma série de artigos sobre o setor, downloads, entrevistas, vídeos para enriquecer os processos das empresas e dos responsáveis da construção civil.

 

Em resumo:

 

Informações precisas = decisões acertadas

Saia na frente e repense sua empresa e conheça essa nova ferramenta, que certamente trará o diferencial para a gestão e administração de seus lucros.

Luciano Rodrigues
Luciano Rodrigues
Colaborador do Gestor de Obras.