Prazo da obra: Previsto x Realizado
05/09/2015
Engenharia de segurança: Missão sem fim
13/09/2015
Mostrar tudo

Confusão Patrimonial – Um erro que pode ser fatal para sua empresa

Um dos maiores erros que que se pode cometer dentro da gestão financeira de sua empresa é a confusão patrimonial. Trata-se da confusão que o empresário faz com as contas da empresa e pessoais. Seguem alguns exemplos comuns que podem acontecer: pagar contas pessoais como água e luz da casa com os recursos da empresa, fazer compras no supermercado com o cartão de crédito ou cheque da empresa, entre outros.

Portanto, caso esteja acontecendo isso com sua empresa é importante que você – empresário – tome ações corretivas urgentes. Pois isso é uma das principais causas de problemas financeiros dentro de uma empresa. Mas ao mesmo tempo a solução deste problema só depende do empresário, ou seja, a solução pode ser imediata! Vai depender somente da vontade e disciplina dele.

Em uma gestão financeira eficaz os donos da empresa possuem um “salário” fixo mensal chamado usualmente de retirada ou pró-labore, é um valor que o empresário retira da empresa todos os meses para pagar suas contas pessoais com água, luz, telefone, supermercado, escola dos filhos, entre outros. Esta retirada deve ser feita na menor frequência possível, como uma ou duas vezes por mês. Mas o mais importante é que este valor seja fixo! Independente das vendas diminuírem ou subirem o valor da retirada deve ser o mesmo. É lógico que este valor pode ser alterado, mas seguindo critérios quanto à capacidade de pagamento da empresa.

Dentre vários modos para se definir o valor ideal da retirada, recomendo que o empresário faça primeiramente um levantamento da sua necessidade de recursos necessários para pagamento de suas contas domésticas. Pois de nada vai adiantar definir um valor de retirada abaixo para pagar as contas da casa e continuar fazendo retiradas da empresa para cobrir gastos domésticos adicionais. Então, depois de definido este valor da retirada falta definir quando a retirada será feita.

Portanto, esta pequena ação que depende somente do empresário pode trazer ganhos de controle e financeiros significativos para sua empresa! Vale a pena começar.

Thiago Faravallo Florencio
Thiago Faravallo Florencio
Empreendedor, é Sócio-Diretor e Fundador do Construon e do Portal Gestor de Obras.