Orçamentos e alocação de custos
02/12/2015
Orçamento: Custo Direto
07/12/2015
Mostrar tudo

Como gerenciar o que não se tem (?)

Existem muitas técnicas de administração para empresas de todos os tamanhos. Um sem fim de metodologias para gerenciar processos, informação, mercado, criar planos que permitem elevar o crescimento, maximizar lucros.

Na construção civil, o grupo Gestor de Obras / CONSTRUON, tem como propósito fundamental, fornecer possibilidade de difundir o uso de ferramentas acessíveis para controles e gestão de obras e afins com muita eficiência e baixo custo.

Todo isso e muito mais estão disponíveis para auxiliar empresas e profissionais a gerir suas obras, projetos, empresas e tudo mais que cerquem suas atividades profissionais e carteira de negócios.

Mas, e na ausência disso tudo, o que fazer? Como atuar quando NÃO se tem obras? Ou projetos? Eis o grande desafio… e parte da resposta está em gerenciar um bem não físico: Informação. É possível atravessar o momento de crise que vivemos para muita coisa.

Obviamente e não menos doloroso, sabemos que muitas empresas, quando não deixam de existir, fazem nesse momento ajustes duros, de ordem econômica e estrutural. Mas como toda crise, por mais que dure, um dia passa. Nesse momento temos que estar prontos para aproveitar rapidamente as oportunidades seja em que nível elas apareçam. Conectar os pontos entre a demanda e a oferta reside, fundamentalmente, em ter uma organização voltada a explorar todo tipo de informação possível relativa à atividade e mercado em que atua.

Pode parecer óbvio, mas é um dever de casa que poucos formalizam. Em meus quase 20 anos de mercado, são raras as empresas que tem escrito e bem delineado um bom plano estratégico para seu negócio e/ou mercado. A estratégia existe, obviamente, mas fragmentada dentro da organização. A ciência e a real profundidade dela não são conhecidas de maneira uniforme dentro da empresa.

É preciso investir em formalizar e organizar aquilo que se quer da sua empresa. Mais que isso, e imperativo que todos conheçam isso. E vai muito além de pendurar na parede a dupla “Missão e Visão”. Devemos evoluir para um sistema que trate e distribua as informações de mercado de forma clara, concisa e eficiente.

Sempre reclamamos que não temos tempo pra nada. A vida é uma loucura… pois bem, se é verdade que estamos em crise, também é verdade que o nível de atividade baixou. Ao invés só de lamentar, vamos usar esse tempo para refletir e pensar em como vamos nos reerguer ao final disso tudo.

Comentários

comentários

Marcelo Machado
Marcelo Machado
Colaborador do Gestor de Obras